23 de set de 2007

Parafraseando Jostein Gaarder - A garota das laranjas


“Você é um esquilo!” Ele disse. O sorriso que saiu na hora dos meus lábios foi sem graça, não expressavam nem um pouco do que se passava dentro de mim... Um esquilo! Mas como poderia ele imaginar? Como poderia ele saber o que se passava em meus dourados sonhos? Sonhos utópicos em um jardim onde tudo poderia ser perfeito...
E agora eu estou a correr fugindo de alguém que eu não sei sequer o nome, mas que pôde ler a minha alma e decifrar os meus mais profundos sentimentos...
Quem será esse desconhecido? De onde será que ele veio? Não sei bem ao certo, mas desde o primeiro momento em que nossos olhos se encontraram naquele vagão, senti que o conhecia...
E o que poderei então eu fazer agora? Esperar? Talvez. Esperar pelo meu esquilo uma vez mais...

P.S: Desculpem-me por fazer vocês verem esse desenho horroroso :(. Eu poderia muito bem ter pego uma foto qualquer de uma garota de cabelos escuros longos e olhos castanhos ou a foto de um esquilo. Poderia também ter feito uma montagem no Photoshop dessas duas imagens. Mas acho que assim vocês não imaginariam a garota das laranjas do jeito que eu a imaginei.

Prometo que vou aprender a usar a pen tool e enxer esse blog de ilustrações bem feitas :D


Beijo na ponta do nariz ;*

Carla Bruni - Tout le monde

2 comentários:

Pollyanna B. disse...

realmente,da proxima vez faz no photoshop!
asuhahudhuauhshudhuahushuada

zuando mulequinha da babãe.

Fernando Sandes disse...

Você é um esquilo! :O !