24 de nov de 2011

A Camisa

Eu amo essa Camisa porque é a última coisa que você me deixou. Eu amo muito essa Camisa, agora é a coisa no mundo que eu mais amo, só por saber que ela é sua e agora está comigo; só por saber que um dia ela esteve colada no seu corpo e agora tem a possibilidade de estar colada no meu; só por saber que um dia seu perfume esteve nela e agora é o cheiro das minhas roupas que a impregnam. Eu amo essa Camisa porque ela é a sua segunda pele. Eu amo essa Camisa amarrotada, amo-a como se fosse uma carta, como se fosse uma partitura, como se fosse uma flor, como se fosse um presente, como se fosse um jantar, como se fosse uma esperança mas ela é só uma Camisa. Mais uma Camisa, entre tantas no seu guarda-roupas e a única Camisa amarrotada em cima do meu vestido favorito.
Eu a amo demais. E ela é só uma Camisa. Meu amor não tem a mínima etiqueta.

1 comentários:

André Guerra disse...

"Mais uma Camisa, entre tantas no seu guarda-roupas e a única Camisa amarrotada em cima do meu vestido favorito."... "Meu amor não tem a mínima etiqueta."

muito bom!