2 de jun de 2009

Declaro


Não quero mais que você duvide do quanto estou apaixonada por você. Não quero mais imaginar você sem mim, não quero mais imaginar meus braços sem os seus, seus abraços sem os meus, como naquela música. Não quero mais imaginar beijos que não sejam os seus, toques que não sejam os seus. Não quero mais me imaginar sem você.
E se você acha tolice essa minha mania de cogitar, essa mania de poetizar nossos problemas e falar demais, eu já tô tão só que só assim pra de vez me inteirar. Se se entregar demais assim é enlarguecer, querer demais assim, é padecer.
Me pego cantando sem mais, mesmo sem você aqui o tempo todo, me pego cantando por alguém que não é de todo meu e nem sei se queria que fosse assim o tempo todo, a delícia disso tudo é o não ser. Se eu te amo cada vez mais um pouquinho, se eu te amo e se eu nem sei o que amar é, se amar é, trago a certeza de ter mel a mais cada dia com você, toda doçura pra você, toda incerteza que é você.
Borboletas ainda batem asas na minha barriga, meu coração ainda dá pinotes quando você sorri pra mim nos sonhos. E se eu queimo e minhas bochechas coram quando eu penso assim, se eu dou risada ao lembrar bobagens, sinal de que ainda é e ainda será. As lembranças são as mesmas, o cheiro é um só, o gosto do beijo não dado é único, e ainda será. O amor que nasceu, se não é, ainda será.

5 comentários:

Amanda O. disse...

Êta, danada! :O

Love Berry disse...

Ohh que meiga!*-*~

slowdabf disse...

http://tododiaumtextonovo.blogspot.com
blog louco do slow e www.myspace.com/slowdabf
musicas mais loucas do slouco..veja e ouça nun dia desses

Maiara. disse...

aaaaaaaaaaah *-*

Chris Arruda disse...

Que foto linda menina.