11 de jun de 2009

Nosso sonho

Sonhei, sonhei hoje contigo
Eu usava aquele meu vestido, lembra?
Aquele seu preferido
E nós andavamos de mãos dadas por um jardim
Tão verde, mas tão verde que enjoava
E eu nunca enjoo verde!
Você me carregava no colo e cantava para mim
Mesmo sem saber cantar, você cantava
E era só o verde, eu, você e a canção
Mas bem, ela me parecia triste
Uma canção triste para corações felizes, você falou
Eu não sei se foi impressão, mas você corou
E tudo ficou bonito outra vez!
Como cabe tanta boniteza nesse seu olhar?
Como cabe tanta alegria nesse nosso amar?
Você olhou pra mim sempre tão terno
Colocou uma flor nos meus cabelos
E disse que não vivia sem mim
Eu não sei se foi impressão, mas você corou
(Será que esse corar, é estratégia pr'eu me apaixonar?)



- Ah, tolinho! Se eu já não amasse você...

2 comentários:

Maiara. disse...

oun *-*

::Lone Wolf:: disse...

Estilo cativante e singelo. Seus versos são muito tocantes para mim. Ademais, o site tem um visual interessante. Estarei acompanhando.

Até mais.