29 de mai de 2009

Epopéia dramática de uma donzela burlesca

Foto por Lucas Lobo Azevedo, reeditada por mim! :)


Minha vida sendo um romance
Seria daqueles bem mamão-com-açúcar
Daqueles que vendem em banca, sabe?
Eu a mocinha indecisa
Ele o rapaz ansiado
A gente passaria a maior parte separado
Eu vivendo com outros, ele distraindo outras
Se batendo e se desencontrando

Ou pior:

A gente podia se amar, e não conseguir ficar juntos
Sabe-se lá porque!
Eu seria bem sofrida, minha vida sendo um romance
E veria complicação em tudo
Seria tudo muito complicado
- Oh, meu amado! Eu te amo, mas não podemos ficar juntos!
Frescura, frescura, frescura...
Sabe do que mais?
Minha vida sendo um romance
Eu pularia logo pras últimas páginas
Pra me ver ficando pra sempre com você
Sem complicações
Sem desencontros
Sem controvérsias


Mas pensando bem, que graça teria?
Objetividade é pós-moderno demais
Eu sou romântica

- Até demais, Vanny, até demais...

6 comentários:

Ana Carolina Maia disse...

adorei :)

Amanda O. disse...

Vá pra porra, Vanny. Porque tu escreve tão bem assim? hahaahha Te amo, irmã.

Fr_Ribeiro disse...

Não tinha como ser humilde e escrever só um pouquinho pior, não? Beijoca

Nana de SouZa disse...

Droga!
Sou romântica.com
Não sei se me preocupo ou se desencano. Se tudo fosse sem contratempo, desencontros e imprevistos, talvez ser romântica não doesse tanto. Ou não.

Ah! Mas vai saber se isso não é uma das minhas teses de liquidificador, hein?!

Um cheiroo, honey

Denise disse...

Tudo do tanto que me deixou sem ar.

afago

Denise

Maiara. disse...

Sabe ?
Eu acho que tô assim